Escola Secundária Dr. Manuel Gomes Almeida, Espinho

18 de Abril de 2011

1.    Breve nota histórica

A Escola Dr. Manuel Gomes de Almeida, criada em 1956, entrou em funcionamento em 1957, numa casa arrendada no gaveto das ruas 21 e 33. Em 1968, foi inaugurado um novo edifício, construído de raiz, situado a nascente e sul da cidade de Espinho. Em 1979, passou a denominar-se Escola Secundária de Espinho, para, em 1987, voltar a ter o nome do seu patrono, Dr. Manuel Gomes de Almeida.

foto

De início vocacionada para o ensino técnico, a escola acompanhou as sucessivas reformas do sistema educativo, oferecendo actualmente aos alunos diversas opções que integram cursos científico-humanísticos e cursos profissionalizantes. 

2.    Informação e caracterização do projecto de requalificação executado pela empresa Parque Escolar, EPE

A Escola Secundária Dr. Manuel Gomes de Almeida integra a fase I do Programa de Modernização das Escolas do Ensino Secundário. A fase de projecto resultou de uma parceria entre a escola, a Parque Escolar e uma equipa de projectistas, coordenada pelos arquitectos Joaquim Oliveira e Ana Roboredo.

O projecto de intervenção reflecte as directrizes definidas pelo Programa de Modernização das Escolas do Ensino Secundário, bem como as novas exigências do projecto educativo da escola, dos modelos de ensino-aprendizagem contemporâneos, e dos actuais parâmetros de qualidade ambiental e de eficiência energética.

A escola requalificada tem 50 de salas de aula e conta com oito blocos, três dos quais são novos edifícios: um pólo oficinal e tecnológico, o pólo da cantina e refeitório e auditório, e um corpo de balneários. 

Data da consignação: Outubro de 2008
Adjudicatário: J. Gomes e Empripar
Valor global: 7,9 milhões de euros;
Prazo: 22 meses
Arquitectura: Arquitectos Joaquim Oliveira e Ana Roboredo
Coordenação de projecto: Arquitectos Joaquim Oliveira e Ana Roboredo
Fiscalização: Consórcio Sopsec/Tabique/Profico

3.    Informação e caracterização da escola

A escola tem capacidade para leccionar 42 turmas.